Profissionais
Alzheimer

Alzheimer

Introdução

A mais frequente das síndromes demenciais, responsável por cerca de 50% a 70% das causas de demência de forma isolada ou em associação e de etiologia degenerativa, possui características clinicas e patológicas próprias.

Provavelmente não apresenta causa única e sim uma heterogeneidade de fatores, apresentando variações na apresentação clínica, como taxa de progressão, déficits neuropsicológicos e apresentações de sintomas comportamentais.

A avaliação clínica permite um diagnóstico correto em cerca de 80-90% dos pacientes.

Em estudo anátomo-patológico de cérebros de pacientes com Alzheimer, encontra-se atrofiado difusamente, porém de maneira mais acentuada, em regiões temporais, frontais e parietais. Ao exame microscópico, observar-se-á perda de neurônios e degeneração sináptica cortical.

Além disso, encontraremos dois tipos de lesões que são características do Alzheimer, as placas senis extracelularmente e os novelos neurofibrilares intracelulares.

Estas alterações histológicas parecem estar relacionadas com o declínio cognitivo observado na DA, e com os demais sintomas que surgem no seu curso clínico.


Instituto de Memória - Núcleo de Envelhecimento Cerebral / NUDEC
Rua Napoleão de Barros, 618. Vila Clementino.
CEP 04024-002 / São Paulo – SP
T. 5575-1901
Logo Apsen WebSite Desenvolvido por:
BemStar.com.br e SiteCommerce.net